Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Odontologia

Dissertações Defendidas - 2019

Título: Influência de primers com diferentes concentrações de nanopartículas de prata, antes e após envelhecimentos, sobre a cor da resina composta
Autor(a): Marina Struncová Fernandes
Orientador(a): Maristela Dutra-Correa
Data da defesa: 05/02/2019
Resumo: Objetivo: Este estudo avaliou a influência da adição de diferentes concentrações de nanopartículas de prata (NAg) ao primer do sistema adesivo Adper Scotchbond Multi-Purpose (SBMP) sobre a cor da resina composta, antes e após diferentes métodos de envelhecimento, por meio de CIELab e CIEDE 2000. Materiais e métodos: Sessenta corpos de prova foram confeccionados (primer com ou sem NAg + adesivo + resina composta) e divididos em 6 grupos (n=10): G1- SBMP Controle – 0% NAg; G2- 0,005 % NAg; G3- 0,010 % NAg; G4- 0,015 % NAg; G5- 0,020 % NAg; G6- 0,025 % NAg. Foram realizadas as leituras iniciais e finais da cor para todos os grupos submetidos à Termociclagem (TC) e ao Envelhecimento Artificial Acelerado (EAA). Os dados foram analisados de acordo com os sistemas matemáticos CIELab e CIEDE 2000. Foram realizadas Análises de Variância one-way e two-way (p≤ 0,05), complementadas pelo pós-teste Tukey. Resultados: Os resultados apresentaram normalidade, homocedasticidade e diferença estatística. Menor e maior valor da variação de cor após adição de NAg ao primer – antes do envelhecimento: TC – CIELab: 0,76 e 2,46; CIEDE 2000: 0,55 e 1,89. EAA – CIELab: 0,50 e 1,63. EAA - CIEDE 2000: 0,42 e 1,07. Menor e maior valor da variação de cor após adição de NAg ao primer – após envelhecimentos: TC – CIELab: 0,73 e 1,65; CIEDE 2000: 0,56 e 1,20. EAA – CIELab: 0,89 e 1,93; CIEDE 2000: 0,60 e 1,32. Menor e maior valor do ΔE (diferença entre leitura final e inicial): TC - ΔEab: 6,40 e 7,88; ΔE00:  4,56 e 5,67. EAA - ΔEab: 7,45 e 9,35; ΔE00: 4,88 e 6,23. Conclusões: Concluiu-se que a adição de NAg ao primer apresentou um aumento nos valores de ΔEab e ΔE00, porém dentro dos limites de aceitabilidade reportados na literatura, correspondendo à expectativa estética do material restaurador. O presente trabalho foi realizado com apoio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Brasil (CAPES) - Código de Financiamento 001.

Palavras-chave: Adesivos dentinários; NAg; Mudança de cor; CIELab; CIEDE 2000.
Área de Concentração: Clínica Odontológica – Biomateriais
Linha de Pesquisa: Prevenção e tratamento das doenças do sistema estomatognático
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: Aplicabilidade dos materiais odontológicos


Título: Cirurgia guiada versus cirurgia convencional para colocação de implantes: avaliação microbiológica
Autor(a): Edson Ken Matumoto
Orientador(a): Mônica Grazieli Corrêa
Data da defesa: 07/02/2019
Resumo: O objetivo do presente estudo clínico, randomizado, duplo cego e de boca dividida foi comparar implantes instalados com cirurgia guiada e cirurgia convencional, por meio de avaliação microbiológica. Para tanto, foram selecionados 29 pacientes totalmente edêntulos e os quadrantes maxilares contralaterais foram aleatoriamente designados a receber: Cirurgia guiada (CG): cirurgia realizada sem rebatimento de retalho, com auxílio do guia planejado virtualmente por meio de software específico; Cirurgia convencional (CC): cirurgia realizada com rebatimento de retalho, por meio de planejamento radiográfico e guia convencional, confeccionado por meio de modelo de estudo. A coleta do biofilme subgengival peri-implantar foi realizada 7, 14, 30 e 90 dias após a inserção dos implantes para detecção e quantificação dos patógenos relacionados à doença periodontal e peri-implantar A. actinomycetemcomitans (Aa), P. gingivalis (Pg) e T. forsythia (Tf), pela técnica de PCR em tempo real. Após as avaliações, os dados foram submetidos à análise estatística, considerando-se o nível de significância de 5%. A análise dos resultados demonstrou diferença significativa entre os grupos, com maior número de T. forsythia, aos 30 dias após a instalação dos implantes no grupo CC (p<0.05). Entretanto, aos 90 dias não foi observada diferença entre os grupos na quantificação desse patógeno (p>0.05). Não houve diferenças inter e intragrupo para os demais patógenos (p>0.05). Pode-se concluir que a cirurgia guiada reduziu de forma transitória a colonização por Tf em comparação à cirurgia convencional e que a cirurgia convencional não favoreceu a colonização bacteriana peri-implantar ao longo do tempo. O presente trabalho foi realizado com apoio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Brasil (CAPES) - Código de Financiamento 001.

Palavras-chave: Cirurgia guiada; Implantes dentais; Guia cirúrgico; Patógenos relacionados à doença periodontal e peri-implantar; Microbiologia; PCR.
Área de Concentração: Clínica Odontológica – Implantodontia
Linha de Pesquisa: Estudos dos mecanismos relacionados à ocorrência das doenças do sistema estomatognático
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: Aplicabilidade dos materiais odontológicos


Título: Análise das disfunções orofaciais em adolescentes e sua relação com os aspectos socioeconômicos
Autor(a): Bruna Neves da Silva Atzei
Orientador(a): Cristina Lúcia Feijó Ortolani
Data da defesa: 20/02/2019
Resumo: As atividades complexas do sistema nervoso central e neuromuscular resultam na função orofacial do indivíduo, sendo essa função de extrema importância, tanto no crescimento e desenvolvimento quanto na fase adulta. A motricidade orofacial é uma área voltada para pesquisa, prevenção, avaliação, diagnóstico e tratamento de alterações estruturais e funcionais da região da boca, face e pescoço. A função orofacial é essencial para interação social em termos de comunicação verbal, emocional, expressão facial e estética. Segundo dados da Organização Mundial de Saúde, os países em desenvolvimento com nível socioeconômico baixo apresentam alta prevalência de má oclusão e cárie dentária. A triagem de prevalência de disfunção orofacial no planejamento de serviços de saúde ajudaria a detectar áreas que necessitam de cuidados e atenção adicional. O objetivo dessa pesquisa foi analisar se existe correlação entre disfunção orofacial e padrão socioeconômico. Por meio de um estudo transversal observacional qualitativo, 380 crianças foram avaliadas com o instrumento The Nordic Orofacial Test-Screening (NOT´S) e com a aplicação do questionário socioeconômico da ABEP. A ausência de correlação entre disfunções orofaciais e classificação socioeconômica nos faz concluir que é essencial atenção adicional dos cirurgiões-dentistas, tanto nos serviços públicos como nos privados. O presente trabalho foi realizado com apoio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Brasil (CAPES) - Código de Financiamento 001.

Palavras-chave: Odontopediatria; Ortodontia preventiva; Classe social.
Área de Concentração: Clínica Odontológica – Ortodontia
Linha de Pesquisa: Prevenção e tratamento das doenças do sistema estomatognático
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: Estudos aplicados à ortodontia e ortopedia facial


Título: Índice de necessidade de tratamento ortodôntico e o impacto na qualidade de vida em diferentes classes sociais
Autor(a): Ingrid Franco Delgado
Orientador(a): Kurt Faltin Jr
Data da defesa: 20/02/2019
Resumo: Aspectos como saúde oral, qualidade de vida e estética estão intimamente ligados e adquirem funções cada vez mais importantes na sociedade. Sugere-se que a presença de má oclusão possa afetar a qualidade de vida, em especial a de crianças e adolescentes, que são mais suscetíveis a esse tema, podendo levar ao desenvolvimento de alterações psicossociais nos mesmos. Percebeu-se, dessa forma, a necessidade de uma avaliação individual, objetiva e criteriosa das necessidades de tratamento, principalmente para os sistemas públicos de saúde, de forma a categorizar, de acordo com a severidade, e a priorizar os tratamentos com maiores impactos negativos na qualidade de vida do indivíduo. Foi realizado um estudo transversal observacional com 386 pessoas, com idade entre 11 e 14 anos, com o objetivo de verificar se a severidade da má oclusão tem impacto na qualidade de vida do indivíduo, usando o Índice de Necessidade de Tratamento Ortodôntico (INTO) e o questionário de qualidade de vida Child Perception Questionnaire (CPQ11-14). Além disso, outro objetivo é verificar, ainda, se esses resultados variam em diferentes classes sociais, por meio da aplicação de questionário socioeconômico. Os resultados mostraram que a severidade da má oclusão trouxe maior impacto negativo na qualidade de vida dos participantes, independente da sua classe social. O presente trabalho foi realizado com apoio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Brasil (CAPES) - Código de Financiamento 001.

Palavras-chave: Índice de necessidade de tratamento ortodôntico; Qualidade de vida; Ortodontia.
Área de Concentração: Clínica Odontológica – Ortodontia
Linha de Pesquisa: Prevenção e tratamento das doenças do sistema estomatognático
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: Estudos aplicados à ortodontia e ortopedia facial


Título: Efeito da terapia fotodinâmica antimicrobiana sobre lesões de cárie em dentina induzida em modelo animal
Autor(a): Maria Eugenia Zanata Milleo
Orientador(a): Cintia Helena Coury Saraceni
Data da defesa: 20/02/2019
Resumo: O objetivo desse trabalho foi avaliar o efeito da PDT na redução microbiana de lesões de cárie em dentina, induzidas em modelo animal. Foram utilizados 2 ratos, 1 fêmea e 1 macho, Wistar (Rattus novergicus) adultos, com 6 a 9 semanas de vida, que foram preparados para reprodução. Após o desmame (ntotal = 12), os filhotes foram separados da mãe e procedeu-se ao processo de indução de cárie, iniciado pela inoculação de S. Mutans por meio de SWAB na cavidade oral dos animais. A inoculação foi realizada por 3 dias consecutivos e, 5 dias após esse período, novas coletas da cavidade oral foram realizadas a fim de se constatar a presença da bactéria, por meio de PCR-real time. Uma vez comprovada, iniciou-se dieta cariogênica com ração 56% de sacarose na ração e água com 10% de sacarose ad libitum, por 4 semanas. Após esse período, foi realizada a atribuição dos escores de cárie nos molares inferiores, segundo ICDAS, por dois examinadores devidamente calibrados (KAPPA = 0,85). A partir da constatação de comprometimento de dentina, foi realizada cavitação de 1 mm de profundidade, com ponta diamantada 1011, em alta rotação, a fim de servir de nicho para a aplicação do corante e PDT. Os animais foram, então, divididos aleatoriamente em dois grupos (n=6), segundo o tratamento realizado: grupo corante: azul de metileno gel em concentração 100 mg/L, por cinco minutos; grupo PDT: azul de metileno, 100 mg/L, por 5 minutos, seguido de irradiação com laser de baixa intensidade, 660nm - 40mw – 60 J/cm² - 1min – 0,04cm². Coletas de tecido dental foram realizadas pré e pós-tratamentos por meio de SWABs, para análise em PCR-real time. Após o término do experimento, os animais foram eutanasiados, as mandíbulas foram extraídas para análise em MEV dos molares. Utilizou-se o modelo estatístico de equações estimadas generalizadas (GEE). Os resultados demonstraram que independente do tratamento houve uma redução significativa de S. Mutans ao longo do tempo, com redução duas vezes maior para o grupo PDT (p<0,05). A partir dos resultados obtidos, pode-se concluir que a terapia fotodinâmica foi eficaz na redução microbiana das lesões de cárie em dentina produzidas em modelo animal, podendo ser um tratamento adjuvante para essas lesões.

Palavras-chave: Terapia Fotodinâmica; Cárie; Dentina; Modelo Animal.
Área de Concentração: Clínica Odontológica – Dentística
Linha de Pesquisa: Estudos dos mecanismos relacionados à ocorrência das doenças do sistema estomatognático
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: Aplicação de laser na área da saúde


Título: Tratamento da mordida cruzada anterior com aparelho removível – revisão sistemática
Autor(a): Thais Tonon de Angelo
Orientador(a): Kurt Faltin Jr.
Data da defesa: 20/02/2019
Resumo: A MCA (Mordida Cruzada Anterior) é um tipo de má oclusão que se caracteriza pela inversão da oclusão dos dentes, no sentido vestíbulo-lingual dos dentes anteriores, podendo ser caracterizada como dentária, esquelética e funcional. É sabido, por meio de levantamento epidemiológico, que 5% da população brasileira apresenta esse tipo de má oclusão, porém as modalidades de tratamento não são padronizadas, o que dificulta o maior acesso e diminuição de custos. Objetivo: Por meio de revisão sistemática, o objetivo deste estudo é responder à seguinte pergunta norteadora: “Nos casos de MCA em dentição decídua ou mista, o tratamento precoce melhora o desenvolvimento estético funcional?”, a fim de avaliar a efetividade do uso de aparelho ortodôntico removível nos casos de mordida cruzada anterior e propor futuramente um protocolo de tratamento. Material e Método: A seleção dos estudos seguiu criteriosamente a estratégia de busca de PICOS, sendo a obtenção de informações, publicadas ou não, caracterizou sem restrição de língua com busca eletrônica, pela base e período respectivamente: MedLine (Naticional Library of Medicine); Lilacs (Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde); BBO (Bibliografia Brasileira de Odontologia). Na fase I, iniciamos a seleção com análise de títulos e resumos, cuja amostra foi avaliada por dois revisores independentes, com necessidade de concordância para incluir ou excluir estudos. Na fase II, foi realizada a leitura completa dos artigos, cujos excluídos não correspondiam aos critérios de inclusão e exclusão, contudo foram incluídos artigos que consolidaram a literatura, porém devido aos baixos níveis de evidências e divergências de metodologia, impossibilitou a utilização de métodos estatísticos. Resultados: A amostra inicial contou com 355 artigos publicados selecionados e lidos parcialmente títulos e resumos, em avaliação da qualidade dos estudos, houve concordância entre os revisores (índice Kappa =1), número necessário para tratar e intervalo de confiança (IC) de 95%, que foram calculados para dados dicotômicos e expressos por estudos individuais, dos quais seis estudos responderam à questão científica, porém apenas dois estudos foram incluídos, pelos critérios de inclusão preestabelecidos e na avaliação dos riscos de vieses, foram excluídos artigos que não apresentaram randomização dos estudos, publicações múltiplas, sendo incluídos apenas uma vez. Conclusão: No contexto geral, pode-se observar que ainda são poucos os estudos que abrangem a temática, porém há heterogeneidade entre eles de que a má oclusão quando diagnosticada e tratada precocemente com aparelho removível apresenta resultados satisfatórios e menor viés de retratamento, possibilitando a afirmação que há uma melhora significativa com a intervenção de um aparelho ortodôntico removível. O presente trabalho foi realizado com apoio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Brasil (CAPES) - Código de Financiamento 001.

Palavras-chave: Mordida Cruzada; Aparelho Ortodôntico Removível; Ortodontia; Ortodontia corretiva.
Área de Concentração: Clínica Odontológica – Ortodontia
Linha de Pesquisa: Prevenção e tratamento das doenças do sistema estomatognático
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: Estudos aplicados à ortodontia e ortopedia facial


Título: Estudo comparativo da análise clinica de Andrews com as análises cefalométricas em pacientes submetidos ao tratamento cirúrgico
Autor(a): Gustavo Henrique Machado Nogueira da Mota
Orientador(a): Kurt Faltin Jr
Data da defesa: 27/02/2019
Resumo: As deformidades faciais, também conhecidas como deformidades esqueletais, podem ocorrer em pacientes jovens e adultos. No caso de pacientes adultos, a presença destas deformidades requer um tratamento ortocirúrgico, sendo indicada, neste caso, a cirurgia ortognática. Entre as alterações faciais, a deformidade anteroposterior, ou alteração do plano sagital da maxila, é de difícil diagnóstico e pode apresentar-se isolada ou em conjunto com outras deformidades. Sendo assim, o objetivo do presente estudo foi comparar a eficiência e a precisão das análises clínicas por meio da linha estética de Andrews, com a análise tomográfica, mediante traçados cefalométricos obtidos de projeções cefalométricas laterais. Esse estudo prospectivo analisou 53 pacientes adultos que apresentavam a deformidade facial anteroposterior com indicação de tratamento cirúrgico.  Os traçados cefalométricos de todos os pacientes foram realizados pelo Programa Dolphin 11.9. Os pacientes também tiveram a face avaliada esteticamente pela análise de Andrews, com fotos de perfil sorrindo, comparando e contrastando os resultados aos da análise cefalométrica. Observamos que todas as técnicas cefalométricas tiveram uma pobre relação com a técnica de Andrews, porém as análises cefalométricas continuam com sua importância clínica; contudo é possível estabelecer uma nova metodologia de traçado cefalométrico para pacientes cirúrgicos.

Palavras-chave: Cirurgia Ortognática; Cefalometria; Ortodontia; Maxila.
Área de Concentração: Clínica Odontológica – Ortodontia
Linha de Pesquisa: Prevenção e tratamento das doenças do sistema estomatognático
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: Estudos aplicados à ortodontia e ortopedia facial


Título: Associação entre HPV 16 e 18 em pacientes HIV/AIDS – estudo de caso controle com diagnóstico em mucosa oral confirmado via biologia molecular (PCR)
Autor(a): Rodolfo Georgevich Neto
Orientador(a): Élcio Magdalena Giovani
Data da defesa: 28/02/2019
Resumo: O objetivo deste estudo foi avaliar as relações entre as infecções do Papiloma Vírus Humano (HPV) e o vírus da imunodeficiência humana (HIV). Após o diagnóstico clínico de manifestações em mucosa oral passíveis de contaminação pelo HPV em pacientes HIV/AIDS (G I) e em pacientes não sabidamente HIV (G II), realizaram-se biópsias para os exames histológico e de biologia molecular (Reação em Cadeia da Polimerase – PCR), a fim de confirmar a presença do HPV e dos seus subtipos com potencial oncogênico (16 e 18). Foram atendidos 43 pacientes e coletadas 49 amostras de lesões. Quarenta e sete amostras apresentaram alterações histopatológicas compatíveis de presença de HPV no exame anatomopatológico. Vinte e sete amostras foram processadas na análise biomolecular (PCR). Sessenta e três por cento das lesões com DNA de HPV foram diagnosticadas em pacientes HIV/AIDS. Os resultados indicam uma associação positiva entre HPV e HIV (p= 0,025; teste qui-quadrado de Pearson), sendo a infecção por HPV um fator de risco para infecção pelo HIV (OR = 8,68). Entre as amostras nas quais o HPV foi confirmado, 82% apresentavam os subtipos 16 e 18. Desta forma, pode-se concluir que as infecções por HPV representam um risco de transformação maligna. Os pacientes com diagnóstico de contaminação por HPV devem ser monitorados para um possível diagnóstico precoce de alterações malignas das lesões e investigados quanto à presença de comorbidades imunossupressoras como o HIV. O presente trabalho foi realizado com apoio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Brasil (CAPES) - Código de Financiamento 001.

Palavras-chave: Papilomavírus humano; HIV/AIDS; Manifestações orais.
Área de Concentração: Clínica Odontológica – Diagnóstico Bucal - Semiologia
Linha de Pesquisa: Prevenção e tratamento das doenças do sistema estomatognático
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: Estudos aplicados a pacientes portadores de necessidades especiais


Título: Desenvolvimento de um aplicativo para o controle do biofilme dentário de adolescentes em tratamento ortodôntico fixo
Autor(a): Cristiane Caram Borgas Alves
Orientador(a): Cristina Lúcia Feijó Ortolani
Data da defesa: 06/08/2019
Resumo: A adolescência é um período marcado por múltiplas mudanças, tanto bioquímicas quanto psicossociais que, somadas, tornam o jovem vulnerável às de saúde geral e bucal, podendo desencadear diversas patologias. A educação em saúde é a estratégia mais eficaz para se prevenir as doenças bucais, uma vez que por meio das informações e atividades de aprendizado o adolescente tem condições de adquirir hábitos para a promoção, recuperação e manutenção da própria saúde. Nesse contexto, atividades que se insiram no cotidiano desses pacientes, tais como jogos e aplicativos eletrônicos, mostram-se como uma excelente alternativa de aprendizado, delineada com o objetivo de estimular o autocuidado com a saúde. Desse modo, o intuito foi criar um método de educação compatível com o público púbere, visando, sobretudo à redução da doença cárie e problemas periodontais decorrentes do prolongado uso de aparelhos ortodônticos fixos. Portanto, esse trabalho teve como objetivo desenvolver um jogo eletrônico estilo Quiz, disponível como aplicativo para smartphones. O jogo foi desenvolvido por uma equipe multidisciplinar composta de profissionais das áreas de Odontologia (Ortodontia e Periodontia) e de Tecnologia da Informação e por ela foi testado, no intuito de aprovar a qualidade e quantidade de informações fornecidas aos usuários, bem como a usabilidade do aplicativo e clareza nas funções para o público- alvo. O referido jogo encontra-se disponível gratuitamente na loja de aplicativos para smartphones.

Palavras-chave: Educação em saúde; Higiene Oral; Biofilmes; Braquetes Ortodônticos; Informática Odontológica.
Área de Concentração: Clínica Odontológica – Ortodontia
Linha de Pesquisa: Prevenção, terapêutica e materiais relacionados às condições do sistema estomatognático
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: Estudos Aplicados à Ortodontia e Ortopedia Facial


Título: Comparação dos efeitos dos tratamentos cirúrgico e não cirúrgico da peri-implantite sobre desfechos locais: ensaio controlado randomizado de 12 meses
Autor(a): Paula Rodrigues Pires
Orientador(a): Fabiano Ribeiro Cirano
Data da defesa: 20/08/2019
Resumo: O objetivo deste estudo foi comparar os efeitos clínicos dos tratamentos cirúrgico e não cirúrgico no tratamento da peri-implantite. Um ensaio clínico controlado randomizado de 12 meses foi conduzido em indivíduos com peri-implantite em implantes reabilitados com próteses unitárias ou fixas, cimentadas ou parafusadas com profundidade de sondagem (PS) ≥ 5mm, com sangramento à sondagem (SS) concomitante e perda óssea radiográfica ≥3mm. Os sítios dos implantes selecionados foram aleatoriamente divididos nos seguintes grupos: (1) Terapia não Cirúrgica (TNC) com n: 12 implantes – raspagem subgengival sem acesso cirúrgico, (2) Terapia Cirúrgica (TC) com n: 12 implantes – raspagem com acesso cirúrgico. Os parâmetros clínicos: índice de placa visível (IPV), sangramento à sondagem (SS), profundidade de sondagem (PS) e perda de inserção (PI) foram avaliados no início do estudo (baseline), 3, 6 e 12 meses após as terapias. Não foram encontradas diferenças estatísticas intragrupo e intergrupos (p>0,05) nas análises de índice de placa visível, índice de sangramento gengival, profundidade de sondagem e perda de inserção de boca toda durante os 12 meses de acompanhamento. Os parâmetros clínicos PS e PI melhoraram significativamente (p<0,05) no 3º, 6º e 12º mês no grupo TNC quando comparado ao baseline e no 6º e 12º mês no grupo TC quando comparado ao baseline. Houve diferença estatística intergrupos (p<0,05) no 3º mês no qual a média da profundidade de sondagem e perda de inserção do grupo TNC (3,27±1,27 e 0,36±0,67) foi menor que a do grupo TC (4,42±1,62 e 1,75±1,60). Foram observadas diferenças estatísticas intragrupo (p<0,05) ao 12º mês quando comparado ao baseline no grupo TC nas análises de porcentagem de sítios com sangramento à sondagem (SS) e de porcentagem de sítios com PS ≥5mm com sangramento à sondagem, fato não encontrado no grupo TNC. Dessa forma, foi possível concluir que tanto a terapia não cirúrgica como a cirúrgica para o tratamento da peri-implantite foram capazes de melhorar os parâmetros clínicos dos tecidos peri-implantares após 12 meses, porém a terapia cirúrgica possibilitou uma maior diminuição da proporção de sítios com maior profundidade e, consequentemente, uma maior diminuição do processo inflamatório.

Palavras-chave: Peri-implantite; Terapia não cirúrgica; Terapia Cirúrgica.
Área de Concentração: Clínica Odontológica – Periodontia
Linha de Pesquisa: Prevenção, terapêutica e materiais relacionados às condições do sistema estomatognático
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: Esquemas Terapêuticos e Curativos Propostos e Preconizados no tratamento das Doenças Bucais