Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Odontologia

Dissertações Defendidas - 2003

Título: Análise Comparativa de Imagens Hipercaptantes em Maxila e Mandíbula, Frente ao Mapeamento Cintilográfico dos Ossos da Face e o Mapeamento Cintilográfico dos Ossos da Face com Leocócitos Marcados.
Autor(a): Laís Cristina de Souza
Orientador(a): Harry Davidowicz
Data da defesa: 22/01/2003
Resumo: A limitação dos recursos semiológicos rotineiros e os diferentes tecidos envolvidos nos processos patológicos dificultam o diagnóstico em Odontologia, uma vez que a detecção de alterações dos tecidos mineralizados se dá tardiamente ao seu desencadeamento inicial.
O exame radiográfico figura como o método mais tradicional na obtenção de alterações ósseas periapicais, sendo indispensável na busca de um correto diagnóstico. Entretanto, a importância da precocidade constitui-se um pré-requisito ao sucesso da terapêutica empregada e a um prognóstico favorável.
Nos dias atuais inúmeras técnicas de diagnóstico por imagem têm sido aplicadas em Odontologia com o objetivo de reduzir as limitações impostas pelo exame radiográfico. Devemos ressaltar o mapeamento cintilográfico dos ossos da face por ser o único exame de caráter dinâmico, ou seja, sensível às alterações metabólicas do osso alveolar e, portanto, extremamente precoce quando comparado às técnicas radiográficas.
No intuito de aprimorar a aplicação da cintilografia do tecido ósseo em Odontologia, foi objetivo do presente estudo comparar quantitativamente a ocorrência de imagens hipercaptantes no mapeamento cintilográfico convencional (com fosfatos marcados) e no mapeamento cintilográfico com marcação de leucócitos, em regiões de maxila e mandíbula. Esta técnica busca focalizar sítios de inflamação/ infecção uma vez que o princípio do método baseia-se na capacidade natural dos leucócitos de migrarem até locais com processo infeccioso e/ ou inflamatório ativos.
Foram observadas dos 748 exames analisados, 242 áreas hipercaptantes no mapeamento cintilográfico com fosfatos marcados (64,7%) e 264 áreas hipercaptantes no mapeamento cintilográfico com leucócitos marcados (70,5%). O mapeamento cintilográfico com fosfatos marcados mostrou diferenciação entre as áreas de maxila e mandíbula evidenciando 41,97% de imagens hipercaptantes em maxila contra apenas 22,72% de imagens hipercaptantes em mandíbula. Já o mapeamento cintilográfico com leucócitos marcados mostrou-se, portanto, sensível às áreas hipercaptantes em maxila e mandíbula.
Palavras-chave: Cintilografia óssea; leucócitos marcados; diagnóstico bucal; endodontia; título.

Área de Concentração: Endodontia
Linha de Pesquisa: Diagnóstico e terapia endodontica.
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: Diagnóstico e terapia em endodontia.


Título: Análise Morfológica In Vitro das Alterações na Estrutura Dentinária Irradiada com Laser De Nd:Yag: a Influência do Uso de Fotoabsorvedor e Comparação do Ácido Fosfórico a 37% com o Ácido Poliacrílico a 40% na Preparação dos Espécimes.
Autor(a): Pedro de Penha Coutinho Nina Duarte
Orientador(a): Eduardo De Bertolli Groth
Data da defesa: 10/02/2003
Resumo: O propósito do estudo presente foi analisar, através de microscopia eletrônica de varredura, as alterações que acontecem em dentina irradiada por laser de Nd:YAG, visando o tratamento da hipersensibilidade dentinária. Foram selecionados dentes pré-molares humanos extraídos (devido a razões de tratamento ortodôntico), com a remoção da camada de esmalte para atingir a superfície de dentina que foi polida e limpa. Os espécimes foram divididos em dois grupos: um com tratamento de superfície com ácido fosfórico a 37% e outro com ácido poliacrílico a 40%, com a intenção de remover parte da camada de smear layer e abrir os túbulos dentinários. Para cada amostra, a superfície de dentina foi dividida em 4 áreas, de acordo com o tratamento a ser recebido: 1) uma área de controle não-irradiada; 2) uma área irradiada com o uso prévio de um fotoabsorvedor (solução de carvão vegetal); 3) uma área irradiada sem o uso do foto absorvedor e 4) uma área não utilizada. Os espécimes foram irradiados com laser de Nd:YAG (ADT, E.U.A.) com 80 mJ/pulso e 10Hz durante 15s. Foi possível observar que o tratamento prévio com ácido fosfórico a 37% é mais efetivo do que com ácido poliacrílico a 40% na remoção de parte da camada de smear layer e para abrir os túbulos dentinários, mas não causou diferença nas alterações morfológicas observadas. A irradiação com laser de Nd:YAG causou alteração morfológica na superfície dentinária com selamento dos túbulos dentinários, sendo mais efetivo quando o fotoabsorvedor foi usado.
Palavras-chave: Laser; Fotoabsorvedor; Hipersensibilidade Dentinária.

Área de Concentração: Diagnóstico Bucal – Semiologia
Linha de Pesquisa: Esquemas Terapêuticos preventivos e curativos propostos e preconizados no tratamento das doenças bucais; avaliação clínica
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: Aplicação de laser em Odontologia.


Título: Estudo das Lesões Bucais por Pênfigo.
Autor(a): Rosane Menezes Faria
Orientador(a): José Barbosa
Data da defesa: 28/03/2003
Resumo: Pênfigo vulgar é uma doença auto-imune crônica, potencialmente letal, que se manifesta inicialmente na cavidade bucal na maioria dos pacientes e geralmente acomete adultos com idade acima de 50 anos. Dentre os vários tipos de Pênfigo, a variante vulgar é a forma mais comum da doença e a principal responsável pela ocorrência de manifestações bucais. As demais variantes da doença fogem da abrangência deste texto e estão além dos objetivos de nossa dissertação. Este trabalho analisou comparativamente os prontuários arquivados do “Hospital do Fogo Selvagem” de Uberaba-MG com os dados da literatura científica dos últimos 5 anos, segundo aspectos epidemiológicos tais como presença de lesões bucais, sexo do paciente, grupo étnico, faixa etária, além do prognóstico.
Palavras-chave: Pênfigo, Pênfigo vulgar; Diagnóstico; Doenças bucais, lesões vesículo-bolhosas; Boca.

Área de Concentração: Diagnóstico Bucal – Semiologia
Linha de Pesquisa: Epidemiologia e prevenção das patologias bucais; saúde coletiva.
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: Esquemas terapêuticos, preventivos e curativos propostos e preconizados no tratamento das doenças bucais.


Título: Avaliação da Vitalidade Pulpar Através da Aplicação do Difluorodihidrocarbono em Pacientes Submetidos a Tratamento Ortodôntico.
Autor(a): Eliana Romani
Orientador(a): Abílio Albuquerque Maranhão de Moura
Data da defesa: 16/04/2003
Resumo: O traumatismo e as alterações apicais no transcurso do tratamento ortodôntico traduzidos clinicamente pelo desconforto ou dor manifesta após a ativação de aparelhos fixos, justificaram uma investigação no propósito de monitorar a vitalidade pulpar através da estimulação térmica pelo frio e assim, caso seja estabelecido um possível envolvimento da polpa, implementar procedimentos preventivos necessários à sua sobrevivência. Neste sentido, efetuou-se a avaliação da vitalidade pulpar de dentes que estavam em tratamento ortodôntico durante os períodos de utilização de fios Nitinol (níquel-titânio) Ø 0.012, 0.014 e 0.016, através da análise dos tempos de remissão da sensibilidade dolorosa, desencadeada na realização do teste térmico ao frio, empregando o difluorodihidrocarbono como gás refrigerante. Este estudo foi realizado em 20 pacientes de ambos os sexos com faixa etária variável entre 12 e 20 anos, cujos incisivos centrais superiores (direito e esquerdo), íntegros ou restaurados com resina composta, são portadores de braquetes metálicos fixados por colagem realizada com resina fotopolimerizável, após condicionamento ácido do esmalte da superfície vestibular. Foi observado uma redução progressiva da média dos tempos de remissão da sintomatologia dolorosa nas três fases de nivelamento que, comparadas individualmente, mostraram diferença estatisticamente significante em nível de 1% (p < 0,01). Por outro lado, considerando as leituras efetuadas em tempos distintos, estas diferenças mostraram-se significativas em nível de 5% (p < 0,05).
Palavras-chave: Classe II; Aparelho Extrabucal de Sander; Mandíbula

Área de Concentração: Endodontia
Linha de Pesquisa: Diagnóstico e Terapia Endodôntica
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: Diagnóstico e terapia em Endodontia.


Título: Avaliação Cefalométrica a Longo Prazo das Alterações Mandibulares em Pacientes Portadores de Más Oclusões Classe II Divisão 1 de Angle, Esqueléticas Maxilares, Tratados com Aparelho Extrabucal Cervical de Sander.
Autor(a): Maurillo Dias de Athayde
Orientador(a): Kurt Faltin Junior
Data da defesa: 02/06/2003
Resumo: Este trabalho apresenta uma avaliação longitudinal dos efeitos causados na mandíbula de pacientes brasileiros portadores de anomalia Classe II divisão 1 de Angle esquelética maxilar tratados com aparelho extrabucal cervical de Sander. Em nossos estudos procuramos verificar os efeitos deste tipo de terapia ortodôntica sobre o crescimento da mandíbula, sua direção, e posição espacial, avaliando sempre se as alterações conseguidas durante o tratamento mantinham-se estáveis durante um período médio de 3 anos e 6 meses pós-tratamento. De uma forma geral, podemos concluir que a direção de crescimento da mandíbula não foi afetada pela utilização do aparelho extrabucal de Sander, devido às variáveis determinantes do tipo facial -- Ângulo do Eixo Facial, Altura Facial Total e Altura da dentição -- não sofrerem alterações estatisticamente significantes mantendo-se estáveis após o tratamento, porém com uma pequena diminuição estatisticamente significante na Altura Facial Total. O crescimento da mandíbula foi positivamente afetado, pois comprovou-se um aumento no comprimento do ramo ascendente da mandíbula, Altura Facial Posterior e Comprimento do Corpo da mandíbula, os quais mantiveram estáveis suas alterações no período pós-tratamento. Verificamos, também, a existência de um deslocamento espacial anterior da mandíbula, comprovado estatisticamente pelo aumento do Ângulo BaNa/Pm que permaneceu com suas alterações estáveis no período pós-tratamento.
Palavras-chave: Classe II; Aparelho Extrabucal de Sander; Mandíbula.

Área de Concentração: Clínica Infantil – Ortodontia
Linha de Pesquisa: Alterações dentofaciais: diagnóstico, prevenção e tratamento.
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: Estudos aplicados à Ortodontia - Ortopedia Facial.


Título: Avaliação Clínica das Lesões de Mucosa da Boca e Relação com a Higiene Bucal em Pacientes Portadores de Prótese Parcial Removível.
Autor(a): Marcelo França Soares
Orientador(a): Nicolau Tortamano
Data da defesa: 16/06/2003
Resumo: O propósito do presente trabalho foi avaliar as lesões de mucosa da boca e sua relação com higiene bucal em pacientes portadores de próteses parciais removíveis. Foram avaliados, clinicamente, 70 pacientes, num total de 97 próteses parciais removíveis, independentes da localização.
Para verificar a presença de placa bacteriana nestas próteses, foi utilizado o método de evidenciação através de corante orgânico (verde de malaquita 7%) e classificada em: 0 – ausência de placa bacteriana; 1 – placa bacteriana na superfície externa da prótese; 2 - placa bacteriana na superfície interna da prótese e 3 – placa bacteriana em ambas as superfícies. Foi encontrada placa bacteriana em quase todas as próteses parciais removíveis.
Foram encontrados vários tipos de lesões, com maior predominância da estomatite protética num total de 22 , seguida da hiperceratose num total de 13, 06 ocorrências de úlcera traumática, 05 de queilites angulares e 05 de hiperplasia fibrosa inflamatória. As mulheres se mostraram mais predisponentes ao aparecimento das lesões.
Os pacientes eram, em sua maioria, desinformados quanto à manutenção de suas próteses bem como realizar corretamente a higienização das mesmas.
Palavras-chave: Lesões de mucosa; Higiene bucal; Prótese parcial removível.

Área de Concentração: Diagnóstico Bucal – Semiologia
Linha de Pesquisa: Epidemiologia e prevenção das patologias bucais; saúde.
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: Esquemas terapêuticos, preventivos e curativos propostos e preconizados no tratamento das doenças bucais.


Título: Avaliação das Alterações Esqueléticas e Dentárias Induzidas por Aparelhos Ortopédicos Funcionais Através da Análise de Pancherz no Tratamento das Más Oclusões de Classe II Divisão 1ª de Angle – Comparação com Grupo Controle sem Tratamento.
Autor(a): Liana Campos Santana
Orientador(a): Kurt Faltin Junior
Data da defesa: 13/08/2003
Resumo: O objetivo deste estudo retrospectivo foi avaliar as alterações esqueléticas e dentárias em pacientes portadores de más oclusões de Classe II divisão 1ª de Angle com retrognatismo mandibular, tratados com o Bionator e Placas Duplas de Sander, utilizando a Análise de Pancherz. A amostra constou de 20 pacientes, sendo 12 do sexo feminino e 8 do sexo masculino, com média de idade de 10.6 anos para o grupo tratado com o Bionator e tempo médio de controle radiográfico de 19.8 meses. O grupo tratado com as Placas Duplas de Sander constou de 19 pacientes , sendo 11 do sexo feminino e 8 do sexo masculino, com média de idade de 9.8 anos e tempo médio de controle radiográfico de 21.21 meses. O grupo Controle constou de 16 pacientes, sendo 8 do sexo masculino e 8 do sexo feminino, com idade média de 10.1 anos e tempo médio de controle radiográfico de 22.44 meses.
Concluímos que os grupos tratados com o Bionator e as Placas Duplas de Sander, não induziram alterações esqueléticas na Maxila e na Mandíbula estatisticamente significante, quando comparadas ao grupo Controle. No grupo tratado com as Placas Duplas de Sander, verificou-se uma diminuição na Posição do Côndilo, estatisticamente significante, quando comparado com o grupo tratado com o Bionator e o grupo Controle. A Posição do Incisivo Superior na Maxila e o Trespasse Horizontal diminuíram nos grupos tratados com o Bionator e Placas Duplas de Sander, quando comparados com o grupo Controle.
Palavras-chave: Classe II, Bionator de Balters, Placas Duplas de Sander, Pancherz.

Área de Concentração: Clínica Infantil – Ortodontia
Linha de Pesquisa: Alterações dentofaciais: diagnóstico, prevenção e tratamento.
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: Estudos aplicados à Ortodontia - Ortopedia Facial.


Título: Avaliação Cefalométrica de Pacientes Portadores de Mordida Aberta Anterior, Tratados com Bionator Fechado de Balters.
Autor(a): Antonio Gomes Henriques
Orientador(a): Cristina Lúcia Feijó Ortolani
Data da defesa: 22/10/2003
Resumo: Este estudo foi realizado com o intuito de investigar os efeitos do aparelho funcional bionator de Balters no complexo crânio-facial, em pacientes com mordida aberta anterior. A amostra tratada constou de 11 pacientes em idade de crescimento, sendo 6 do sexo masculino e 5 do sexo feminino, com idade no início do tratamento variando entre 8 e 11 anos e tempo de tratamento de 18 meses. Foram feitas duas telerradiografias laterais: uma, antes da instalação do aparelho e outra, na remoção do mesmo. Averiguou-se o comportamento de 12 variáveis cefalométricas, comparando-se as diferenças encontradas em suas medidas entre os momentos inicial e final do tratamento. A análise estatística dos resultados indicou que: ocorreu aumento significante da sobremordida vertical afetando positivamente a mordida aberta anterior; houve aumento da medida altura facial posterior, o que demonstra o aumento do ramo ascendente da mandíbula; incremento da medida da distância molar superior – plano palatino; houve aumento da medida do ângulo do incisivo superior e diminuição do ângulo do incisivo inferior, o que contribuiu para melhora da sobremordida; o ângulo da altura maxilar aumentou, provocando giro da maxila no sentido anti-horário, o que foi benéfico para o tratamento. A partir destes resultados, pode-se afirmar que o aparelho bionator fechado de Balters demonstrou ser um recurso eficiente no tratamento das mordidas abertas anteriores, quando empregado em pacientes em crescimento, pelos efeitos ortodônticos e ortopédicos que provoca nas estruturas crânio-faciais avaliadas pelo presente estudo.
Palavras-chave: Mordida aberta; Bionator; Ortodontia

Área de Concentração: Clínica Infantil – Ortodontia
Linha de Pesquisa: Alterações dentofaciais: diagnóstico, prevenção e tratamento.
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: Estudos aplicados à Ortodontia - Ortopedia Facial


Título: Correlação Entre as Medidas Transversais e Angulares da Análise Cefalométrica Frontal de Ricketts-Faltin em Uma Amostra Longitudinal de Pacientes Brasileiros.
Autor(a): Regina Helena Lourenço Belluzzo
Orientador(a): Adolpho Chelotti
Data da defesa: 19/11/2003
Resumo:
Este estudo cefalométrico teve o intuito de correlacionar as medidas transversais e angulares na telerradiografia em norma frontal através da análise cefalométrica de Ricketts-Faltin em dois tempos de crescimento. A amostra constou de 45 crianças brasileiras, de ambos os sexos, 24 meninas e 21 meninos, sendo que todos apresentavam dentição mista, sem nunca terem sido tratados ortodonticamente e/ou ortopedicamente e com perfil harmônico. A idade média inicial (T1) foi de 7 anos e 07 meses e a final (T2) de 13 anos e 03 meses. As grandezas cefalométricas propostas por Ricketts foram: Dimensão Transversal Facial (DTF), Dimensão Transversal Maxilar (DTMx), Dimensão Transversal Nasal (DTN), Dimensão Transversal Intermolar Inferior (DTII), Dimensão Transversal Mandibular (DTMd) e Postura Crânio-Facial direita e esquerda (ZID-AGD e ZIE-AGE); e as medidas propostas por Faltin foram: Dimensão Vertical Oclusal (DVO), Dimensão Vertical Total (DVT), Postura Maxilar direita e esquerda (ZID-JD e ZIE-JE), Postura Mandibular direita e esquerda (AGD-ZID e AGE-ZIE). Todas as medidas transversais (DTF, DTMx, DTN, DTMd) estavam correlacionadas positivamente em grau médio ou forte entre si e com as medidas no sentido vertical (DVO, DVT); somente a Dimensão Transversal Intermolar Inferior estava correlacionada em grau fraco com estas medidas. As medidas bilaterais (PCF, PMx, PMd) não apresentaram nenhuma correlação com as outras medidas, porém estavam fortemente correlacionadas positivamente entre si. Concluímos que a face possui regiões interdependentes e que esta característica mantém-se com o crescimento.
Palavras-chave: Cefalometria norma frontal; Crescimento transversal crânio-facial; Correlação.

Área de Concentração: Clínica Infantil – Ortodontia
Linha de Pesquisa: Alterações dentofaciais: diagnóstico, prevenção e tratamento.
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: Estudos aplicados à Ortodontia - Ortopedia Facial.


Título: Alterações Estruturais do Complexo Dentino-Pulpar de Molares Inferiores de Ratos Jovens (Novergicus), Tratados com Metotrexato.
Autor(a): Cristina Barrichelo Cascales Borelli
Orientador(a): Harry Davidowicz
Data da defesa: 04/12/2003
Resumo: No presente estudo foram investigados os efeitos da administração do Metotrexato sobre as estruturas do complexo dentino-pulpar de ratos jovens. Utilizou-se 32 ratos da linhagem Wistar, fêmeos com cerca de 80g de peso e 21 dias de idade, divididos em dois grupos iguais: 16 animais para o experimento e 16 para o controle. Os animais do grupo experimental receberam, por via intraperitoneal, Metotrexato em solução fisiológica na dosagem de 1,6mg por kg de peso, 3 vezes por semana, em dias alternados, e o grupo controle apenas solução fisiológica, da mesma forma e no mesmo período. Os ratos foram sacrificados em grupos de 4 animais após 1, 7, 14 e 21 dias da supressão do medicamento, quando foram retiradas as mandíbulas e maxilas. Essas amostras foram fixadas em formol a 10%, seguida de Bouin durante 48 horas. O material assim obtido foi desidratado, diafanizado e devidamente incluído em parafina, segundo técnica convencional, obtendo-se de cada bloco cortes de 5 micrômetros, corados, em seguida, pelo método da Hematoxilina-eosina. Os resultados revelaram que o Metotrexato não ocasiona óbito, além de não alterar o ganho ou perda de peso do animal. A análise histológica mostrou que o Metotrexato produz desorganização na camada de odontoblastos, seja por perda ou por degeneração, acompanhada ou não por processo inflamatório agudo, formação de abscesso, aparecimento de edema, processo inflamatório difuso e, a partir do 1 o dia, áreas de hiperemia e discretos focos de hemorragia. Relacionados às áreas de degeneração dos odontoblastos, temos a não-formação de pré-dentina e dentina e a regeneração parcial da camada de odontoblastos, mais identificado a partir do 21 o dia pós-medicamento. Neste mesmo período observamos tendência à recuperação de pré-dentina e dentina com reorganização da camada de odontoblastos e do tecido pulpar. Em todos os tempos, dada a proximidade do tecido pulpar com os periodontais, observamos, nos mesmos, alterações significativas com o uso do Metotrexato. Embasados no supra-exposto podemos concluir que houve alteração na estrutura do complexo dentino-pulpar em camada de odontoblastos, pré-dentina, dentina e cemento. Contudo, ápos a supressão do medicamento, os tecidos em questão demonstraram sinais de recuperação. estrutural.
Palavras-chave: Complexo Dentino-Pulpar; Drogas; Metotrexato.

Área de Concentração: Endodontia
Linha de Pesquisa: Diagnóstico e Terapia Endodôntica
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: Diagnóstico e terapia em Endodontia.


Título: Estudo Morfológico Através de Microscopia Eletrônica de Varredura do Esmalte Dental Humano Irradiado com Laser de Nd:Yag Utilizando o Verniz Fluoretado e o Carvão Vegetal como Fotoabsorvedores.
Autor(a): Luiz Felipe Scabar
Orientador(a): Nicolau Tortamano
Data da defesa: 12/12/2003
Resumo: O objetivo deste trabalho de pesquisa laboratorial foi analisar morfologicamente, através da microscopia eletrônica de varredura, os efeitos do laser de Nd:YAG sobre o esmalte dental humano, utilizando-se dois tipos de fotoabsorvedores: o verniz fluoretado e o carvão vegetal.
Avaliou-se a alteração morfológica estrutural do esmalte irradiado com laser de Nd:YAG empregando os fotoabsorvedores carvão vegetal e verniz fluoretado. Os parâmetros durante a irradiação do laser de Nd:YAG foram: energia de 80 mJ, frequência de 10 Hz, potência de 0,8 W e fibra com diâmetro de 300 μm, modo contato, para todos os grupos (densidade de energia 113,2 J/cm 2), empregando o laser de Nd:YAG - Pulse Master 1000 (American Dental Technology - ADT, USA) do Centro de Odontologia Laser da Universidade Paulista - UNIP.
Após as irradiações, as amostras foram preparadas para análise em microscopia eletrônica de varredura, marca Philips modelo XL 30 EDAX do IPEN - USP.
As micrografias evidenciaram que ocorreram alterações morfológicas do esmalte caracterizadas por áreas de fusão e ressolidificação, quando o mesmo foi irradiado com laser de Nd:YAG, utilizando-se o verniz fluoretado e o carvão vegetal como fotoabsorvedores. Essas alterações, com a aplicação do carvão vegetal como fotoabsorvedor, foram aparentemente mais significativas e uniformes.
Palavras-chave: Laser; Nd:YAG; Verniz Fluoretado; Carvão Vegetal.

Área de Concentração: Diagnóstico Bucal – Semiologia
Linha de Pesquisa: Esquemas Terapêuticos preventivos e curativos propostos e preconizados no tratamento das doenças bucais; avaliação clínica.
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: Aplicação de laser em Odontologia.


Título: Estudo Comparativo da Ação do Gluconato de Clorexidina e do Hipoclorito de Sódio Como Substâncias Químicas de Uso Intracanal.
Autor(a): Fábio Henrique Lozano Monteiro
Orientador(a): Abílio Albuquerque Maranhão de Moura
Data da defesa: 17/12/2003
Resumo: O papel dos microrganismos no desenvolvimento de alterações inflamatórias periapicais tem sido claramente demonstrado. Mecanismos de defesa do hospedeiro dificilmente atingem as bactérias que se estabelecem no sistema de canais radiculares. Sendo assim, as infecções endodônticas devem ser tratadas por procedimentos mecânicos, auxiliados por substâncias químicas. A substância química mais utilizada no âmbito da endodontia e mais recomendada para atuar como coadjuvante do preparo químico-cirúrgico do sistema de canais radiculares é o hipoclorito de sódio em diversas concentrações. A clorexidina, em várias concentrações, também tem sido utilizada tanto como solução irrigadora como na medicação intracanal. Considerando-se que não foi encontrada a solução irrigadora ideal, a preocupação dos pesquisadores, atualmente, é encontrar um equilíbrio entre o poder bactericida da substância química e sua biocompatibilidade. Durante a revisão de literatura, pode-se confirmar a alta eficiência bactericida do hipoclorito de sódio a 5,25% e da clorexidina quando comparada com o hipoclorito de sódio a 0,5%. No entanto, a concentração do hipoclorito de sódio a 5,25% é extremamente tóxica aos tecidos, enquanto hipoclorito de sódio a 0,5% e as clorexidinas são muito bem tolerados pelos mesmos. O hipoclorito de sódio a 0,5% apresenta uma grande instabilidade com relação ao cloro ativo presente na substância e a clorexidina não apresenta a capacidade de dissolução tecidual. Concluiu-se que existe a necessidade de serem feitos mais estudos nesta área e que a clorexidina tem potencial para ser utilizada como substância química auxiliar em endodontia; porém atualmente é mais interessante seu uso como medicação intracanal devido ao seu alto poder bactericida.
Palavras-chave: Endodontia; Substância Química; Itracanal.

Área de Concentração: Endodontia
Linha de Pesquisa: Diagnóstico e Terapia Endodôntica
Grupo de Pesquisa da UNIP cadastrado no CNPq: Esquemas terapêuticos, preventivos e curativos propostos e preconizados no tratamento das doenças bucais.