Notícias
Você está em: Universidade Paulista / Notícias / FAPESP aprova projeto de Pós-Graduação em Odontologia em parceria com Universidade do Reino Unido

FAPESP aprova projeto de Pós-Graduação em Odontologia em parceria com Universidade do Reino Unido

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP), a Universidade de Birmingham (UoB) e a Universidade de Nottingham (UoN) anunciaram, no dia 25 de outubro, o resultado de uma chamada de acordo bilateral para financiamento de pesquisa para todas as áreas do conhecimento, a ser realizada entre pesquisadores do Estado de São Paulo e das universidades britânicas citadas. Entre os projetos aprovados, está a pesquisa intitulada Epigenetic regulation of osteogenic potential in mesenchymal stem cells derived from periodontal ligament, idealizada pela professora do Programa de Pós-Graduação em Odontologia da UNIP Denise Carleto Andia, em parceria com professora do College of Medical and Dental Sciences (UoB) Malgorzata Wiench.

 

Com foco no aprimoramento das estratégias em terapias de regeneração tecidual, a pesquisa tem como objetivo progredir no processo de regulação da formação óssea, avaliando particularmente o impacto de mecanismos epigenéticos que estão envolvidos na formação do tecido ósseo. Para essa investigação, serão utilizadas células-tronco presentes no ligamento periodontal (células mesenquimais indiferenciadas), que é o tecido ao redor dos dentes, conhecidas por apresentarem a capacidade de se diferenciar em tecido ósseo. Porém, como essas células podem manifestar diferentes potenciais para a formação óssea, o estudo se beneficiará justamente dessas diferenças para analisá-las e compará-las, observando aquelas que apresentarem alto e baixo potencial de formação óssea. Utilizando tal comparação, a análise responderá se as características epigenéticas diferem entre essas populações e se é possível identificar marcadores epigenéticos associados à diferenciação preferencial em células do tecido ósseo e que possam ser úteis em procedimentos clínicos. Respondendo a tais questões, a pesquisa visa preencher lacunas no conhecimento da biologia básica, bem como do metabolismo e da formação óssea.

 

A parceria entre as pesquisadoras teve início em 2015, quando Denise Andia, com apoio dos programas UoB Brazil Visiting Fellowship e Auxílio Jovem Pesquisador (FAPESP), esteve no laboratório da professora Wiench como professora visitante na UoB. Por ter sido planejado para ser desenvolvido em ambas as Universidades, o projeto possibilitará que as pesquisadoras troquem experiências profissionais, estreitando o relacionamento científico e o intercâmbio entre as instituições, produzindo e divulgando novas informações sobre o tema na comunidade acadêmica e contribuindo para a formação científica de alunos envolvidos no projeto. O projeto terá duração de dois anos e seu financiamento será dividido, em partes iguais, entre a FAPESP e a UoB.

 



© 1999-2017 - Universidade Paulista - Todos os direitos reservados.